Key Figures

Refugiados (as) venezuelanos (as) reconhecidos no Brasil
132.626
04 Jun 2024
Solicitações de Refúgio de Venezuelanos (as) no Brasil
15.088
04 Jun 2024
Venezuelanos (as) com autorização de residência no Brasil
479.751
04 Jun 2024
Total de Refugiados (as) e Migrantes da Venezuela no Brasil
568.058
04 Jun 2024

O que é a Plataforma R4V?

Em abril de 2018, o Secretário-Geral das Nações Unidas emitiu diretrizes para o ACNUR e a OIM  liderarem a resposta à situação dos refugiados e migrantes da Venezuela em 17 países da América Latina e do Caribe. Seguindo essa direção, a Plataforma Regional de Coordenação Interagencial R4V (Response for Venezuelans) foi criada como um fórum para coordenar as ações de agências da ONU e organizações da sociedade civil voltadas a promover o acesso a direitos, serviços básicos, proteção, autossuficiência e integração socioeconômica para esta população, bem como suas comunidades de acolhida.

Cada ano a Plataforma R4V elabora e implementa um Plano de Resposta a Refugiados e Migrantes (RMRP), um marco orçamentário e de atuação programática em apoio aos esforços dos Governos da região. Este documento representa uma estratégia humanitária integrada que permite a coerência e complementariedade da resposta das organizações parceiras, permitindo um balance entre intervenções enfocadas na assistência emergencial imediata e ações que permitem o nexo humanitário-desenvolvimento-paz, respondendo a necessidades de resiliência e integração a longo prazo.

No Brasil, foi estabelecida uma Plataforma Nacional que atualmente conta com 55 organizações parceiras (entre agências, fundos e programas das Nações Unidas e Organizações da Sociedade Civil), e é organizada em sete setores de  atuação: i) Abrigamento e Distribuição Alimentar; ii) Educação; iii) Saúde; iv) Integração, Interiorização e Transporte Humanitário; v) Nutrição; vi) WASH; e vii) Proteção que, por sua vez, engloba três subsetores (Proteção à Criança, Violência Baseada no Gênero e Tráfico de Pessoas). É por meio desses setores que reuniões periódicas são realizadas para definir prioridades, disseminar padrões de atuação, monitorar atividades, traçar estratégias de advocacy e compartilhar possíveis desafios e boas práticas. Ademais, a Plataforma R4V no Brasil possui três grupos de trabalho que focam em temas específicos relacionados a: i) Pessoas Indígenas; ii) atividades de Comunicação com as Comunidades e Responsabilidade com Comunidades Afetadas (AAP) e com iii) iniciativas de PTM (Programas de Transferência Monetária); além dos Grupos de Apoio de Coordenação, Gestão da Informação e Comunicação que trabalham para assegurar um funcionamento harmônico da Plataforma.

Documentos Destacados

Response Plan
RMRP 2023/2024 - Plano Regional e Capítulo Brasil
27 Mar 2023

O capítulo brasileiro do Plano de Resposta para Refugiados e Migrantes (RMRP, da sigla em inglês) é parte de uma estratégia regional estimada em US$…

Read document
Datos y Estadísticas
JNA 2023 - Análise Conjunta Multissetorial das Necessidades de Refugiados e Migrantes da Venezuela no Brasil
22 Dec 2023

Esta análise foi realizada entre junho e julho de 2023 e publicada em Dezembro de 2023, como um exercício conjunto de vários atores da Plataforma de…

Read document
One pager
Lista de Contatos - Lideranças Setoriais - R4V Brasil
25 May 2023

Lista de contatos das lideranças dos setores, subsetores e grupos de trabalho da Plataforma R4V Brasil.

Read document
Data and statistics
Relatório - Monitoramento dos Movimentos de Saída (Março/24)
17 May 2024

A pesquisa é uma iniciativa da Plataforma de Coordenação Interagencial R4V (Response for Venezuelans). O objetivo do levantamento é captar o perfil…

Read document

Documentos

Datos y Estadísticas, Reporte/Informe
Document image
Snapshot de Protección: PERÚ Marzo-Mayo 2024

Este snapshot resume los principales hallazgos del Monitoreo de Protección (MdP) realizado en Lima y Tacna, Perú durante los meses de marzo, abril y mayo de 2024 como parte de la intervención humanitaria del Consejo Danés para Refugiados (DRC) y ENCUENTROS SJM en el país. Este proyecto se ejecuta con el apoyo financiero de la Oficina de Protección Civil y Ayuda Humanitaria de la Unión Europea (ECHO).Entre marzo y mayo de 2024, DRC y Encuentros SJM entrevistaron a 160 hogares que representan un total de 528 personas, en el marco de la implementación del “Monitoreo de Protección” dirigido a personas migrantes y refugiadas residentes en Lima. Por otro lado, en el “Monitoreo de Protección de Frontera para refugiados y migrantes en tránsito”, se entrevistaron a 218 familias que representan un total de 633 personas. El análisis se ha realizado en las ciudades de Lima y Tacna, respectivamente, para la recolección de información que ayude a identificar los riesgos de protección y distintas violaciones de derechos humanos que enfrentan las personas refugiadas y migrantes. 

Downloads:
14
Publicado:
12 July 2024
Tags:
Datos y estadísticas Informes de situación refugiados y migrantes Protección
Reporte/Informe
La situación de niños, niñas y adolescentes en contexto de movilidad humana en Uruguay y sus derechos.
LA SITUACIÓN DE NIÑOS, NIÑAS Y ADOLESCENTES EN CONTEXTO DE MOVILIDAD HUMANA EN URUGUAY Y SUS DERECHOS

Este documento es el resultado de un esfuerzo conjunto de organizaciones pertenecientes a la Plataforma de Coordinación Interagencial para Refugiados y Migrantes de Venezuela para dar visibilidad a una serie de situaciones que afectan la protección de derechos de niños, niñas y adolescentes en contexto de movilidad humana en Uruguay. Como parte del plan de trabajo 2023 las organizaciones integrantes del sector de Protección de la Plataforma R4V en Uruguay2 entendieron oportuno realizar un ejercicio de sistematización de dichas situaciones, los derechos afectados, los cuellos de botella institucionales identificados y las posibles recomendaciones para mejorar el abordaje y las respuestas que brinda el Estado.Socios participantes de la elaboración de este documento: Alto Comisionado de las Naciones Unidas para los Refugiados (ACNUR), Asociación Civil El Paso, Asociación Civil Idas y Vueltas,Cruz Roja Uruguaya, Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia (UNICEF) Uruguay, Organización Internacional para las Migraciones (OIM), Servicio Ecuménico para la Dignidad Humana (SEDHU).

Downloads:
23
Publicado:
11 July 2024
Tags:
Evaluación
View all documents

Notícias

Artículo
76 organizaciones presentan plan de respuesta para ayudar a personas refugiadas y migrantes y sus comunidades de acogida en Ecuador
26 Feb 2024

Quito, 27 de febrero - El Grupo de Trabajo para Refugiados y Migrantes (GTRM) en Ecuador, coliderado por ACNUR, la Agencia de la ONU para los…

Read article
Artigo
Pesquisa revela as perspectivas futuras de venezuelanos no Brasil
18 Dec 2023

Foto: UNICEF/BRZ/ La Mochila Produções Brasília, 19 de dezembro de 2023 – Nesta semana em que se comemora o Dia Internacional dos Migrantes …

Read article
Article
IOM, UNHCR, AND PARTNERS SEEK USD 1.59 BILLION FOR REFUGEES AND MIGRANTS FROM VENEZUELA AND HOST COMMUNITIES
04 Dec 2023

Geneva, 6 December 2023 – The Regional Inter-Agency Coordination Platform for Refugees and Migrants from Venezuela (R4V), co-led by the International…

Read article
Artigo
52% dos refugiados e migrantes da Venezuela entrevistados sentem necessidade de apoio emocional, mostra pesquisa
25 Oct 2023

Brasília, 25 de outubro de 2023 – Como o processo de deslocamento forçado e migração impacta o bem-estar e a saúde mental das pessoas? No mês em que…

Read article
See all news

Plano de Resposta a Refugiados e Migrantes Venezuelanos 2022

Plano de Resposta a Refugiados e Migrantes Venezuelanos 2022

Trello

Calendário - R4V Brasil

Type of view
Sun Mon Tue Wed Thu Fri Sat
30
1
2
3
4
5
6
 
7
8
9
10
11
12
13
PER: Coordinadores GTRM
 
14
15
16
17
18
19
20
PER: Salud & Nutrición
 
PER: Protección
 
PER: Manejo de Información
 
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
1
2
3
 
 
 

Contatos Nacionais

COORDENAÇÃO

Pedro Brandão

brandao@unhcr.org

Socorro Tabosa

stabosa@iom.int

Ana Gama

agama@iom.int

Aviso legal:

Este é um site de operação entre agências do Sistema das Nações Unidas no Brasil, gerenciada e apoiada pela Plataforma Regional de Coordenação Interagências para Refugiados, Refugiadas e Migrantes da Venezuela, liderada conjuntamente pelo ACNUR e OIM. Esta página procura ser um site de entrada comum, o que facilita a comunicação, melhora a coordenação das operações na região e o apoio com base em fatos e resultados para atender às necessidades dos refugiados, refugiadas e migrantes da Venezuela. Os documentos, números e conteúdos relacionados publicados neste portal pelos participantes da Plataforma são acompanhados pelas fontes de onde eles vêm, e as opiniões neles expressas não refletem necessariamente a opinião ou aprovação do ACNUR e da OIM.